domingo, 30 de outubro de 2011

"A minha vida teria sido muito mais fácil se eu tivesse tido a cobardia de dizer, 'Bem, está morta', e seguido em frente."



(A história, que está aqui, conta-se em poucas palavras: um homem luta durante trinta anos para que o assassino da sua filha seja condenado. Tudo em vão, até que o homem paga a um grupo para raptar o assassínio e deixá-lo à porta do Ministério Público. O assassino vê-se, finalmente, a cumprir a pena a que estava condenado, e o mandante do rapto fica aguardar a sentença pelo seu acto. A citação em cima é a inquietante resposta do homem quando confrontado com o preço a pagar para que o assassino da sua filha fosse castigado.)