quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

A questão completa desse argumento pode ser resumida brevemente: o naturalismo coloca-nos como seres humanos presos numa caixa. Porém, para termos qualquer confiança sobre a veracidade do nosso conhecimento de que estamos numa caixa, precisamos ficar fora da caixa, ou ter algum outro ser fora da caixa que nos forneça essa informação (os teólogos chama a isso "revelação"). Mas não há nada ou ninguém fora da caixa para nos dar a revelação, e não podemos por nós mesmos transcender a caixa. Portanto, niilismo epistemológico.
Um naturalista que não consegue perceber isso é como o homem no poema de Stephen Crane:

Vi um homem a perseguir o horizonte; 
Voltas e mais voltas e eles nunca se encontravam.
Isso perturbava-me;
Interpelei o homem. "
Isso é fútil", disse eu,
"você nunca conseguirá -"
"Você está enganado", gritou ele,
e continuou.

 No sistema naturalista, as pessoas perseguem o conhecimento que sempre se afasta delas. Nunca podemos conhecer.

página 105
Editorial Press
Original: The Universe Next Door

Sem comentários: